sexta-feira, 18 de março de 2011

Fotos da obra pronta - Casacor Amazonas 2010

Neste post apresento as imagens da obra pronta e decorada.

Esta obra foi a vencedora do prêmio de melhor temática adaptada a região.

Esta obra teve a intenção de mostrar que a decoração de um hotel de selva não precisa ser rústica e sem conforto.


 Foto: Célio Jr
 Foto: Célio Jr
  Foto: Célio Jr
  Foto: Célio Jr
  Foto: Célio Jr
  Foto: Célio Jr
 Foto: Célio Jr

Construção do Loft do Hotel de Selva - Casacor Amazonas 2010

Nesse post vou colocar as imagens do passo a passo do que foi a obra do Loft do Hotel de Selva da Casacor Amazonas 2010. Esta foi a primeira obra em steel frame na cidade de Manaus. Nesta obra utilizamos perfis de aço galvanizado da Multiperfil na espessura 0.95 e fechamentos externos em placas cimentícias de Eternit que imita madeira.

Confiram abaixo as etapas da obra:

- Com a fundação pronta, se inicia a marcação do piso para receber os painéis metálicos.


- Separação dos perfis e montagem dos painéis
- Montagem dos painéis
- Levando os painéis para o lugar certo.
- Chumbando os painéis no local
- Escoramento provisório dos painéis.
- Transporte manual dos painéis. Não necessita de guindastes.

- Após erguida toda a estrutura, se inicia o "envelopamento" da estrutura com o não-tecido Tyvek, que funciona de barreira contra a umidade. Ela é colocada em etapas de baixo para cima, com um repasse de uns 20 cm entre as camadas.
 
- Após envelopada a construção se inicia a parte do revestimento. Nesta obra foi utilizado como revestimento externo as placas da Eternit que imitam madeira, chamada Eterwood.
- Evolução do revestimento da fachada.
 - Instalação da subcobertura.
 - Colocação das telhas.
 

- Revestimento interno feito com gesso acartonado com isolamento de lã de rocha no interior das paredes.
  - Revestimento externo finalizado.

quinta-feira, 17 de março de 2011

Feicon segundo dia - a programação falhou...

Pois é pessoal, tinha me programado para passar dois dias na Feicon. No primeiro conferi a parte de tecnologia da construção, novos materiais, ferramentas e técnicas e no segundo dia ia conferir a parte de acabamentos, loucas e metais. A programação não deu certo e acabei indo somente no primeiro dia.
Felizmente, semana que vem tem a feira Revestir que vai apresentar todos os lançamentos nessa área de acabamentos, louças e metais, ai sim poderei contar para vocês as novidades da área. Por não gostar muito dessa parte de especificação de materiais de acabamento, vou pedir ajuda de minha sócia e esposa, a decoradora Juliana Valadares para poder falar pra vocês quais as novidades chamaram mais atenção.

Mais tarde volto aqui com alguma matéria sobre o steel frame

terça-feira, 15 de março de 2011

Primeiro dia de Feicon. Quais as novidades?

Ola pessoal, hoje aconteceu a abertura de Feicon 2011, maior feira de construção civil da América Latina.

Hoje percorri todos os corredores da feira, mas concentrei minhas visitas aos stands ligados a construção pesada (ou seja, materiais de acabamento ficaram de fora! Esses ai só amanhã).

Entre as novidades que vi, uma me chamou muita atenção. As outras que vou citar abaixo não chegam a ser novidades dessa edição, mas valém a pena serem conhecidos.

O produto que mais gostei dessa edição foi o adesivo spray de alta resistencia da Afix (www.useafix.com). Esse material serve para aplicar revestimentos em paredes e pisos, sejam eles ceramicos, pastilhas, azulejos ou vinílicos.

E o que tem esse produto de interessante? Ele é aplicado atraves de um spray (que nem aqueles que os pichadores usam para pintar os muros). Você simplesmente mira o spray na parede, cobre toda ela com o adesivo, espera um tempo de 50 minutos e pode começar a colar as peças. Isso gera um ganho de tempo muito grande.
 
Você já imaginou aquela cena do pedreiro fazendo a massa, aplicando a massa na parede com desempenadeira e juntando toda aquela massa que caiu no chão sendo substituída por uma pessoa com spray na mão "pintando" a parede? Pois é! É isso que o produto oferece, espero que ele tenha um bom preço e seja adotado nas obras. Assim teremos um ambiente mais limpo no canteiro de obra.


Brasilit, Eternit e LP do Brasil

Os três principais expositores ligados a construção a seco não apresentaram produtos novos. A Eternir com as placas cimentícias que imitam madeira e pedra e as placas cimentícias coloridas. A Brasilit com a sua placa cimentícia impermeabilizada e os produtos das empresas pareceiras (gesso acartonado pela Placo e isolamentos termo acusticos pela Isover). 

A LP apresentou um stand que mostrava uma casa toda montada com o sistema de construção a seco. Nessa obra foi construída uma obra em steel frame que não utilizava placas cimentícias. No revestimento externo ela adotou uma solução de argamassa sobre os painéis OSB. Havia também a apresentação de um produto para o isolamento térmico de fachada (uma espécie de placa de isopor que fica colada na parede externa). Alguns fabricantes nacionais já possuíam produtos semelhantes, mas nunca chegaram a demonstrar seus produtos em construções a seco.

Massas para assentamento de tijolos ou blocos

Um produto que ja havia gostado bastante na ultima edição da Feicon foi a massa pronta para assentamento de tijolos. Esse tipo de massa vem pronto para usar e é ensacado em embalagens de 15 kg. Ao chegar na obra basta colocar a massa em um aplicador e sair colando os tijolos de maneira rápida, fácil e sem sujeira. Como falei em um post anterior, esse tipo de material diminui a quantidade de cimento e areia dentro da obra. O tipo de aplicação da massa já diminui consideravelmente o desperdício de material e aumenta a produtividade nessa fase da obra.

Os dois produtos disponíveis no mercado são: Verbafix e Massa Dundun

Fachada com estilo

Em minha busca por materiais industrializados para revestimento de fachada achei um material bem legal. A empresa Fórmica (aquela que fabrica a tal fórmica que revestimos vários móveis e paredes), está trabalhando ha alguns anos com um produto para revestimento de fachadas. Nunca tinha olhado esse material a fundo.
Hoje resolvi conhecer melhor o produto e ele me pareceu bastante interessante. Ele pode ser aplicado com parafusos aparentes ou com uma fixação não-aparente. A empresa possui vários acabamentos coloridos ou imitações de madeira e pedra.

Amanhã irei visitar os stands ligados a revestimentos de piso, metais, e louças. Apesar de não ser a área que mais gosto (especificar materiais para arquitetura de interiores) vou dar uma conferida e depois publico aqui no blog!

segunda-feira, 14 de março de 2011

Construção a seco na Feicon 2011


Terça feira começa a Feicon, maior feira de construção civil da América Latina. Vou aproveitar esse post para falar um pouco dos materiais ligados a steel frame que conheci nas duas ultimas edições e especular um pouco do que pode vir nessa edição de 2011.

LP do BRASIL – A LP do Brasil é uma empresa multinacional com uma gama grande de produtos voltados a construção a seco. Seu carro chefe são os painéis OSB (painéis de madeira parecidos com uma folha de compensado, mas que possuem uma resistência a carga e a intempéries muito superior aos de um compensado). Nas construções em Steel Frame, esses painéis podem ser utilizados como parte dos fechamentos externos da construção e também são utilizados como pisos em lajes secas (as que não utilizam concreto).

Além dos painéis em OSB, a LP possui uma gama de materiais para revestimento de fachada que imitam pedra e também madeira. Esse tipo de acabamento é bastante utilizado em casas americanas, mas não acredito que a aceitação por aqui vai ser boa, pois a estética das construções dos dois países são bem distintas.

Nessa edição da Feicon a LP apresentará em seu stand uma casa toda montada com estrutura de steel frame (aço) e Wood frame (madeira). Essa casa provavelmente apresentará toda a linha de painéis OSB para fechamentos externos e laje seca, assim como os materiais para revestimento de fachada falados acima.
Saint Gobain – A Saint Gobain (Brasilit, Placo e Isover) é hoje a empresa nacional que tem a maior gama de produtos para steel frame. 

Pelo seu grande interesse em difundir o uso das placas cimentícias fabricadas pela Brasilit, ela é a empresas que mais divulga o sistema construtivo no pais. Foi a Brasilit que levou ao Caldeirão do Huck as construções em steel frame.

 A empresa vem adotando uma estratégia bastante interessante na cidade de Manaus (e acredito que também em outras cidades) que é a de revender outros produtos da cadeia construtiva ainda inacessíveis na região (que é o caso das mantas Tyvek da 3M e dos perfis de aço galvanizado para a estrutura do steel frame).
Na edição de 2011 da Feicon não tenho conhecimento de nenhum produto novo que a empresa irá apresentar. Acredito que ela aproveitará a feira para reforçar a imagem de empresa 100% sem amianto e também reforçar a garantia contra fissuras em suas placas cimentícias .

Eternit – A Eternit é outra grande empresa que vem investindo bastante em produtos para construção a seco (placas cimentícias, painel wall e paredes prontas). A empresa, que abandonou ha mais de um ano o uso de materiais para tratamento de juntas, está investindo em uma gama de acabamentos diferenciados para as suas placas cimentícias. Essa nova linha, conta com acabamentos que imitam madeira, pedras brutas, pedras polidas e painéis coloridos. 

Acredito que esse produto da Eternit agradará o mercado, se apresentando como uma alternativa a mais para o revestimento de fachadas. O único ponto negativo, na minha opinião, são os materiais utilizados na fixação dos painéis. A fabricante indica rebites coloridos para a fixação dos mesmos, gerando uma aparência não muito agradável à superfície acabada. Se a Eternit trabalhasse um sistema de ancoragem escondido ou utilizasse parafusos metálicos mais elaborados, acredito que o resultado estético das paredes ficaria melhor.

Trisoft – A empresa, que tem como atividade principal a fabricação de materiais para colchões e travesseiros, apresentou no ano passado uma manta termo acústica feita da reciclagem de garrafas PET. Além do apelo ecológico, da retirada das garrafas PET do meio ambiente, o material se apresenta vantajoso na etapa da instalação. Isso acontece pois materiais concorrentes (lã de rocha e lã de vidro) necessitam de um grande cuidado no seu manuseio, pois causam grande irritação na pele dos instaladores, cuidado esse dispensável no caso da lã de PET. O material pode também ser encomendado em várias densidades, variando de acordo com a necessidade do projeto.

Knauf – Uma das líderes nacionais na venda de materiais para gesso acartonado. Normalmente apresentam em seu espaço os diferentes tipos de placas de gesso, perfis para drywall e novos tipos de armação e placas para forro. Espero conhecer esse ano as novas placas Aqua Panels (acho que escreve assim) que eu soube que eles estão trazendo ao Brasil. Eles são também os fabricantes das placas Durock e Fiberock, produto bastante utilizado nos Estados Unidos para o revestimento externo das edificações, mas que não encontrei tão facilmente no mercado nacional.

 Para quem está interessado em conhecer mais dos produtos que são utilizados na construção a seco, sugiro visitar também os vários stands que demonstrarão o sistema de distribuição de água flexível (PEX), confira também os materiais elétricos já projetados para o drywall e os stands de fornecedores de perfis metálicos (se houver algum nessa edição. Normalmente eles fazem parceria com outros stands e não aparecem diretamente). A parte de louças, metais, pisos e pinturas não variam de uma construção convencional para uma construção a seco, então sempre é bom visitar o máximo possível de fabricantes para conferir os lançamentos.

Espero ter ajudado aos interessados em construção a seco que vão conferir a Feicon. Na quarta a noite coloco os primeiros comentários a respeito da feira.

domingo, 13 de março de 2011

Feicon e o Steel Frame

Como falei no post anterior, esse será meu terceiro ano na feira. Para mim esse evento foi muito importante para eu poder conhecer alguns produtos que compões o sistema construtivo de steel frame. No ano de 2009 (minha primeira participação na Feicon), pude conhecer a casa LP.


Nesse stand da LP do Brasil pude ver toda a estrutura de uma casa (tanto em steel frame - estrutura em aço - como em wood frame - estrutura em madeira). Esse espaço mostrou os vários materiais que a LP trabalha, sendo eles de revestimento externos, painéis OSBs para vários usos, laje seca, revestimentos e etc.

No ano de 2009 pude conhecer também o pessoal do FrameCAD, uma empresa que vende uma incrível máquina perfiladora. Outro destaque desse ano foram os stands da Brasilit e Eternit, mostrando suas linhas de placas cimentícias de vários tipos.

Na edição de 2010 da Feicon, o steel frame não estava tão presente assim. Pude conferir de interessante somente o isolamento termo acustico feito com o reaproveitamento de garrafas PET, algumas novidades de placas cimentícias de Eternit que já vem decoradas e outros materiais interessantes, mas não necessáriamente voltados exclusivamente para a construção a seco - que é o caso dos sistemas de distribuição de aguas flexiveis (PEX) e o sistema de portas prontas. No próximo post vou falar um pouquinho de todos esses produtos e também do que espero para a Feicon 2011.

sábado, 12 de março de 2011

Acabou o carnaval, que venha a Feicon 2011

Bom pessoal, estive ausente durante o carnaval pois ninguém é de ferro. Agora estou me preparando para visitar a Feicon Batimat 2011, maior feira de construção civil do Brasil. Ela acontecerá de 15 a 19 de Março de 2011 no Anhembi, em São Paulo. Essa será a terceira vez que visito a feira.

Para quem trabalha na área de construção civil, essa feira é indispensável. Todo ano têm algumas novidades de materiais de construção, equipamentos e ferramentas. A feira é muito bom para fazer contatos com fornecedores, fabricantes, importadores e representantes locais.

Nos dois anos em que visitei a feira alguns produtos me chamaram a atenção. São produtos que trazem agilidade ao canteiro de obra e que infelizmente ainda são pouco utilizados e/ou conhecidos Brasil afora:

1 - Sem dúvida o equipamento que eu mais gostei, e que estava presente nas duas últimas edições da Feicon, foi a máquina automática de amarrar vergalhões. Ela é uma ferramenta do tamanho de uma furadeira, mas que serve para fazer a amarração entre vergalhões de armaduras de concreto armado. Ao invés do ferreiro fazer aquela amarração manual, utilizando arame e torquês (onde ele tem que cortar o arame, dobrar no meio, passar pelos vergalhões e então, com a ajuda do torquês, girar o arame até ele ficar apertado), agora ele simplesmente posiciona o equipamento entre as duas barras que serão amarradas e aperta o gatilho: pronto, em uns 3 segundo a amarração já está feita. Abaixo deixo um vídeo comparando a amarração feita manualmente e a armação feita com o equipamento. A última vez em que cotei esse equipamento (Janeiro 2010) ele custava em torno de R$3.000,00 e pode ser econtrado na www.imeco.com.br


2 - Outra ferramenta que me chamou muita atenção foram as bancadas de dobra e corte de estribos e vergalhões metálicos da MR Severo. Eles substituem aquelas bancadas de madeira cheia de pregos, que os ferreiros utilizam para dobrar os estribos e vergalhões. A empresa possui tres modelos, que variam de acordo com a espessura da barra e o tipo de dobra que voce deseja fazer. Existe uma bancada somente para estribos e outras duas para vergalhões. Elas funcionam de uma maneira muito fácil e podem ser ajustadas rapidamente para criar novas dobras.  Essas ferramentas custam entre 310,00 a 699,00 reais . Podem ser encontradas no site www.mrsevero.com.br



3 - Um outro produto que achei muito prático, e que diminui a quantidade de material estocado no canteiro de obra, foi a argamassa pronta para assentamento de tijolos. Como ela já vem pronta e dentro de tubos (o mesmo utilizado nas embalagens de silicone), dispensa o estoque de materiais como cimento e areia nessa fase da obra. O stand em que vi esse material foi o da Verbam, mas acredito que outras empresas devem ter material semelhante. www.verbamfix.com.br

4- Cortador de parede - Quem já acompanhou as etapas de uma obra sabe como é desanimador ver uma parede aparentemente pronta, ser toda recortada para a passagem das tubulações de elétrica, hidráulica e etc. A obra que parecia estar quase pronta, volta a ter aquela sujeira por todos os cômodos da obra. Para diminuir um pouco esse cenário, foi criada a máquina que faz cortes precisos nas paredes, para a passagem dessas tubulações. O melhor desse equipamento é que ele pode ser ligado a um aspirador de pó e assim reduzir bastante a sujeira gerada nessa etapa da obra.

5 - Caixa elétrica de passagem Polar - O que me chamou a atenção nessa caixa de passagem elétrica foi o fato de ela vir lacrada e poder ser aberta somente na fase de acabamento da obra. Isso evita que as caixas elétricas fiquem cheias de massa de cimento ou pó de cerragem. O vídeo abaixo mostra a caixa sendo instalada em uma obra de concreto celular, mas a empresa possui modelos para paredes em alvenaria convencional e para paredes de blocos de concreto.



Bom, vou ficando por aqui na minha pequena lista de materiais e equipamentos que estão ajudando na industrialização da construção civil. Neste post falei sobre cinco produtos utilizados na construção em concreto armado + alvenaria, no próximo post vou falar dos materiais do steel frame presentes na Feicon desses dois últimos anos.

Espero que estejam gostando. Postem suas dicas de produtos para podermos fazer um comentário.

terça-feira, 1 de março de 2011

Animação mostrando passo a passo uma construção em Steel Frame

Neste vídeo apresentado abaixo podemos notar toda a evolução das etapas de uma obra em steel frame:
1- Execução da fundação tipo Radier - Na maior parte das obras somente uma laje plana feita no terreno já é suficiente para receber a construção, não é necessário grandes escavações para se fazer blocos ou cravar estacas.
2- Montagem dos Paineis - após pronta a fundação, são fixados os paineis metálicos feitos com perfis de aço galvanizado. Observe que nas paredes onde exístem portas e janelas, esses vãos já são locados nos painéis.
3 - Laje - Após montado os painéis das paredes do térreo, é montada uma malha metálica (com os mesmos perfis de aço galvanizados), que vão receber a estrutura da laje. Essa laje pode ser seca (feita com painel wall ou painéis OSB) ou úmida (feita em steel deck - que nada mais é do que uma laje de concreto feita sobre uma estrutura parecida com uma telha metálica).
4 - Segundo piso - após executar a laje é repetido todo o processo feito no andar térreo: montagem dos painéis das paredes, estrutura da laje e execução da laje.
5 - Cobertura - Esse tipo de construção aceita qualquer tipo de cobertura: telha de barro, telha de cimento, telha metálica, telhas em madeira e até lajes sem telha. A estrutura do telhado é feita do mesmo material do restante da casa, perfis de aço galvanizado. Sobre essa estrutura, normalmente se coloca uma manta que fica embaixo das telhas e por fim é feito o cobrimento da superfície com a telha escolhida.

Espero que gostem do vídeo.